Flagra: muito perigo em uma só calçada

Agora também estamos recebendo a colaboração de alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê, somando bastante ao nosso trabalho. Fico feliz em ver que a sementinha já foi plantada neles.
Este flagra foi registrado por Evandro de Medeiros na Av. Coremas, mais especificamente no Cruzamento da Av. Francisca Moura com a Av. Coremas, no Centro da cidade de João Pessoa/PB. Foto tirada em: 27/04/2015.

As fotos já falam por si, evidenciam uma calçada mal conservada que impede a circulação com segurança de pessoas com ou sem deficiência. Evandro relatou que, quando chove, essa parte de areia na calçada (de um escritório de Advocacia que fica em frente ao seu trabalho), fica empoçada e com muita lama.

Calçada descrita anteriormente. Um carro vermelho está estacionado sobre ela. A foto mostra o outro lado da calçada, com pedras soltas e faltando. Um carro prato está estacionado sobre ela.

Além disso, podemos perceber que o bueiro do esgoto tem uma abertura muito grande, sem grade ou grelha de proteção suficiente, podendo levar a acidentes perigosos (como já ocorreu em outros locais da cidade, vitimando tragicamente crianças e adultos). Continuar lendo

Flagra: este espaço não é vaga

O flagra foi registrado por Larissa Santos no estacionamento Banco do Brasil da Av. Epitácio Pessoa com a Rua Antonio Lira, Cabo Branco, na cidade de João Pessoa/PB. Foto tirada em: 21/11/2012.

Esta agência do Banco do Brasil foi inaugurada recentemente, com boa estrutura e respeitando a acessibilidade para pessoas com deficiência visual no seu entorno, com a presença de piso tátil direcional instalado corretamente ao longo de toda a calçada.

Contudo, essa acessibilidade não é respeitada por algumas pessoas que estacionam ali, pois sempre existe um carro parado sobre o piso tátil direcional. Olhando a imagem a seguir percebemos que o carro preto continua o estacionamento como se aquele espaço fosse uma vaga, quando as vagas terminam naquele carro branco. As vagas estão demarcadas com linhas amarelas (realçada na segunda foto), não deixando dúvida de que aquele lugar não é estacionamento.

Há quem estacione ali por não saber o significado do piso, então pedimos que repassem a mensagem a fim de alertar outros motoristas. Neste link há um post falando sobre a função do piso tátil e o pedido de respeitá-lo: Acessibilidade em gestos simples – se não precisas, deixe o piso tátil livre.

Flagra: ocupação indevida gera dificuldades

Este flagra foi registrado por Fábia Halana no estacionamento no Supermercado Extra, localizado na cidade de João Pessoa/PB. Foto tirada em: 27/10/2012

O carro estacionou no espaço adicional à vaga reservada, que serve para que a pessoa que utiliza essa vaga possa se deslocar para fora/dentro do carro. Ao voltar para o carro, Fábia se deparou com a situação e teve muita dificuldade até entrar no seu veículo.

Continuar lendo

Flagra: vaga bem utilizada

Este flagra foi registrado por Larissa Santos no estacionamento do Manaíra Shopping, localizado na cidade de João Pessoa/PB. Foto tirada em: 11/10/2012

Este carro está estacionado corretamente na vaga reservada para a pessoa com deficiência, pois ao atentar para o detalhe no interior do carro (pendurado no retrovisor), o condutor possui uma credencial que lhe dá direito de estacionar em vagas desse tipo.

Isso mostra que o direito da vaga reservada a pessoa com deficiência, desta vez, foi cumprido. Isso também revela que mais pessoas com deficiência estão buscando  informações e tirando suas carteiras de motoristas e/ou adaptando seus carros para ter uma maior autonomia e desenvolver suas atividades da forma mais conveniente.

A Resolução 304 de 18 de dezembro de 2008 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) se refere às vagas reservadas a pessoa com deficiência e a credencial que estas podem solicitar junto ao órgão responsável em seu município ou estado (o link direcionará ao texto referente a resolução): Resolução

Flagra: motos no espaço adicional de circulação das vagas reservadas

Este flagra foi registrado por Larissa Santos, no estacionamento da Construtora e Imobiliária Holanda, à Rua Francisco D. Cantalice, 158, Cabo Branco, João Pessoa – PB. Foto tirada em: 04/10/2012.

As motos estão estacionadas no espaço adicional à vaga, que serve para que uma pessoa em cadeira de rodas possa se deslocar para fora do carro. Com esse espaço invadido, a vaga perde sua funcionalidade, ou seja, é o mesmo que estacionar dentro da vaga. O estabelecimento pode preparar seus funcionários para que oriente os motoqueiros a não estacionar ali. Além disso, podemos ver que a rampa que dá acesso ao estabelecimento não tem revestimento antiderrapante, não possui corrimão em nenhum dos lados, nem piso tátil de alerta antes e depois.

Este vídeo mostra um cadeirante descendo do carro, observe que um espaço adicional é importante (o link direcionará ao youtube): saindo do carro.

Flagra: vaga exclusiva no banco HSBC – Epitácio Pessoa

O flagra foi enviado por Norma Almeida. Trata-se de vaga exclusiva para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida ocupada indevidamente no estacionamento do banco HSBC na Av. Epitacio Pessoa, em João Pessoa-PB. Data do envio: 19/09/12.

Sou técnica de enfermagem e já tive a oportunidade de acompanhar uma pessoa com deficiência visual, assim como tenho duas amigas deficientes visuais e auditivas e sei como o acesso é restrito. Deixo aqui essa imagem que me foi repassada pelo Facebook, feita no banco HSBC da Epitácio Pessoa.

Flagra: sanitário masculino do KS Bar

Este flagra foi registrado por Júlio Fernandes, em um bar localizado na feirinha de Tambaú, na cidade de João Pessoa – PB.

Nota-se que existe o símbolo internacional de acessibilidade e que o proprietário do local se preocupou em tornar acessível o banheiro masculino. No entanto, as barras de apoio estão com diâmetro, altura (em relação ao piso) e comprimento irregulares, de acordo com que a NBR 9050 (norma de acessibilidade) exige. O assento e a bacia possuem recorte, o que não é recomendado pela norma. Outro problema está relacionado ao posicionamento da papeleira, a mesma deveria se localizar na parede lateral a bacia sanitária. Além disso, a base de granito (à esquerda) utilizada para o apoio de bebidas e objetos pessoais é inacessível aos cadeirantes, devido a sua altura elevada.

Por fim, NUNCA utilizem lixeira de pedal em banheiros acessíveis!!!