Semeando a acessibilidade

De 4 a 7 de outubro de 2011 foi realizado, em Belo Horizonte – MG, o XXXI Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), um evento nacional organizado pela ABEPRO – Associação Brasileira de Engenharia de Produção. O evento reúne a comunidade acadêmica, pesquisadores, professores e estudantes, empresários, consultores, engenheiros, administradores e demais profissionais atuantes na Engenharia de Produção. Constitui-se em um dos principais divulgadores da produção técnica e científica da área e se consolidou como fórum de discussão de questões pertinentes à Engenharia de Produção no âmbito nacional. O ENEGEP busca um elo de integração da comunidade acadêmica com o restante da sociedade (Site do Enegep 2011).

Dos quase 500 artigos e mais de 200 pôsteres apresentados no evento, encontramos apenas 3 artigos falando de temas relacionados à acessibilidade, sendo dois nossos (um de Larissa e um de Júlio) e outro de Raphael Kramer (da UFPB). Sim, temos eventos especificamente voltados para a acessibilidade onde há artigos relacionados, mas percebemos que há muito trabalho a fazer para divulgar a acessibilidade na comunidade acadêmica, em especial às áreas de engenharia.

Mas por que essa falta de interesse? A Engenharia de Produção, por exemplo, se dedica ao projeto e gerência de sistemas que envolvem pessoas, materiais, equipamentos e o ambiente em setores como: indústrias que fabricam algum tipo de produto, empresas de serviços, instituições e empresas públicas, empresas privadas, etc. Ora, esses locais não precisam ser acessíveis para empregar funcionários com deficiência ou que venham a passar por um período de mobilidade reduzida? Continuar lendo

Falando sobre Acessibilidade no “Ponto CEMtífico”

Olá, pessoal. Esta semana vamos falar sobre acessibilidade no evento “Ponto Cemtífico” realizado pela Secretaria de Ciência e Tecnologia do Município de João Pessoa.

Dia: 19/10/2011 – Acessibilidade no ambiente construído – Larissa Santos e Júlio Fernandes
Dia: 20/10/2011 – Tecnologia assistiva – Júlio Fernandes e Larissa Santos
Veja a programação completa aqui (imagem)

Todos estão convidados, vamos incluir este tema em todas as esferas sociais possíveis 😉

O evento acontece durante o mês de outubro, no período de 03 a 28/10/11, na Praça Vidal de Negreiros conhecida como Ponto do Cem Réis. Haverão cursos, oficinas, palestras, workshops, fórum de discussão e apresentações culturais, sempre com ações voltadas para o tema central da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, “Mudanças Climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos”.
O evento acontece nos seguintes horários:
  • Segunda à sexta-feira: das 8h às 18h
  • Sábado: das 9h às 13h
  • Domingo: não haverá atividades.

A finalidade do Ponto “Cem”tifico é despertar o lado humanístico da Ciência e Tecnologia, buscando a interação entre a ciência, cultura e arte, em prol da inclusão sócio digital, por meio da divulgação e popularização da C&T. (Fonte: Ponto Cemtífico)

Flagra: Material em vaga reservada

Parece que vem alguma reforma na orla da praia do Cabo Branco em João Pessoa – PB. O que será? Não sabemos, mas o material já está ali esperando para ser usado. É muito comum encontrar as vagas reservadas para pessoas com deficiência sendo utilizadas para estocar materiais, parar o caminhão de descarga, colocar stands comerciais, dá aquela “paradinha rápida” para resolver algo, etc.

Especificamente na orla do Cabo Branco, temos vários relatos de pessoas que precisaram estacionar na vaga reservada e não encontraram uma livre. Então, porque não estocar esse material em vagas comuns já que as exclusivas são cada vez mais raras? (Isso se não houver outro local para estocar, porque as vagas comuns também precisam estar livres). Além disso, a vaga reservada tem ligação com a faixa de pedestre e, como vemos na foto, a faixa também está interrompida.

A foto foi tirada em 09/10/2011. Esperamos que a prefeitura já tenha dado conta disso.

Você já flagrou algum caso assim ou qualquer outro que se refira à acessibilidade? Mande para nós e vamos tentar alertar os responsáveis. Contamos com vocês!

Até o próximo 😉

Ergonomia & Acessibilidade – áreas que se complementam

O que é Ergonomia?

A Associação Brasileira de Engenharia de Produção define Ergonomia como: o estudo das interações das pessoas com a tecnologia, a organização e o ambiente, objetivando intervenções e projetos que visem melhorar, de forma integrada e não-dissociada, a segurança, o conforto, o bem-estar e a eficácia das atividades humanas.
O projetista que se preocupa com a acessibilidade e a necessidade das pessoas com deficiência pode ser definido dentro do mesmo conceito dado pela Associação Internacional de Ergonomia (em agosto de 2000) aos ergonomistas: “contribuem para o planejamento, projeto e a avaliação de tarefas, postos de trabalho, produtos, ambientes e sistemas de modo a torná-los compatíveis com as necessidades, habilidades e limitações das pessoas.”
Este conceito permite enxergar a ligação direta entre a ergonomia e a acessibilidade, visto que as duas “ciências” buscam a adequação do ambiente ao homem.